Dilma e Marina Silva têm maior rejeição entre os pré-candidatos a presidente

O pré-candidato do PSDB, José Serra (SP), é o pré-candidato que aparece com a menor rejeição

 A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) é a pré-candidata ao Palácio do Planalto com maior rejeição entre os eleitores segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta segunda-feira. No total, 41% dos eleitores responderam que não votariam "de jeito nenhum" na petista.

O pré-candidato do PSDB, José Serra (SP), é o pré-candidato que aparece com a menor rejeição entre os eleitores, com 29% respondendo que não votariam no tucano em nenhuma hipótese em 2010. Atrás de Dilma, a senadora Marina Silva (PV) aparece como a segunda pré-candidata maior rejeição, com 40% dos eleitores que não a escolheriam nas eleições de 2010.

O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), teve rejeição de 36% dos eleitores, seguido pelo deputado Ciro Gomes (PSB), com 33% dos eleitores que não o escolheriam para presidente. Além de ter a menor rejeição entre os candidatos, Serra também aparece como o pré-candidato com maior aceitação junto à população brasileira. Segundo a pesquisa, 58% dos entrevistados responderam que votariam no candidato tucano. Ciro aparece em segundo lugar, com 46% de aceitação, seguido por Dilma e Aécio, empatados com 33%.

O governador de Minas teve crescimento em novembro, já que em setembro, última edição da pesquisa, somente 28% dos eleitores responderam que o escolheriam para presidente. Marina Silva aparece com aceitação de 22% dos eleitores nesta edição da pesquisa (novembro). Conhecimento Apesar de Aécio aparecer em desvantagem em relação a Serra, com quem disputa a indicação do PSDB ao Palácio do Planalto, o governador de Minas Gerais é um dos menos conhecidos da população brasileira de acordo com a pesquisa.

A CNI/Ibope mostra que 30% dos eleitores conhecem Aécio bem ou mais ou menos, enquanto 69% dos eleitores dizem conhecer Serra. A candidata menos conhecida entre os eleitores é Marina Silva, com apenas 21% de conhecimento. Dilma é conhecida, segundo a pesquisa, por 32% dos eleitores, mesmo índice registrado pela petista na pesquisa CNI/Ibope divulgada em setembro. Ciro é conhecido por 45% dos brasileiros, também mantendo o mesmo índice da pesquisa anterior.

A pesquisa ouviu 2.002 pessoas entre os dias 26 e 30 de novembro em 143 municípios do país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, com grau de confiança de 95%.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br