Dilma homenageia primeira mulher a ocupar cargo de oficial-general

Dilma homenageia primeira mulher a ocupar cargo de oficial-general

Dalva Mendes foi promovida ao posto de contra-almirante da Marinha. Segundo Dilma, governo estimula mulheres a ingressar em carreira militar

A presidente Dilma Rousseff homenageou nesta quinta-feira (20) Dalva Maria Carvalho Mendes, promovida ao posto de contra-almirante da Marinha. Ela é a primeira mulher da história a ocupar um cargo de oficial-general das Forças Armadas Brasileiras.

?É com satisfação que recebo os generais recém promovidos ao mais alto círculo da atividade militar. Não poderia deixar de registar aqui que, pela primeira vez, uma mulher ascende à patente de oficial-general, demostrando que também, nas Forças Armadas, patriotismo e profissionalismo independem de distinções de gênero?, enfatizou a presidente durante solenidade e apresentação dos generais-oficiais recém promovidos à cúpula das Forças Armadas.

Segundo Dilma, será cada vez mais comum a ascensão de mulheres às altas patentes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, já que o governo implantou medidas de estímulo ao ingresso das mulheres nas carreiras militares.

A presidente ainda enfatizou em seu discurso que ?o brilho da carreira de Dalva é um exemplo do sucesso obtido por muitas brasileiras. ?Essas mulheres batalhadoras do nosso país são uma grande inspiração para todos nós, inclusive para os militares de nossas Forças Armadas?, observou.

Contra-almirante

Dalva foi nomeada pela presidente para o cargo no final de novembro. A oficial deixou o posto de capitão-de-mar-e-guerra para assumir o terceiro posto mais importante da Marinha, o de contra-almirante, que simboliza duas estrelas.

O comandante da Marinha, chamado de almirante-de-esquadra, tem quatro estrelas. O posto de cinco estrelas só é assumido em caso de guerra.

Única mulher a ser homenageada na cerimônia realizada no salão nobre do Palácio do Planalto, Dalva enalteceu o simbolismo de ser a primeira representante do sexo feminino a ocupar um dos mais altos cargos da Marinha.

Ela, no entanto, ressaltou que há muitas outras ?pioneiras? no país que precisam vir à tona para servir de exemplo para as outras mulheres.

?O pioneirismo é sempre uma coisa especial. Na verdade, se formos ver quantas mulheres pioneiras temos no país, talvez, precisassem vir à luz para que servissem de exemplo a todas as mulheres que precisam aumentar sua autoestima e mostrar para elas mesmas a importância que elas têm?, disse Dalva antes da cerimônia.

O posto de contra-almirante que a oficial Dalva assumirá corresponde ao de general-de-brigada no Exército e ao de brigadeiro na Aeronáutica. Atualmente há 2.882 oficiais mulheres na Marinha, o que representa 33% do quadro total de oficiais, segundo informações da Marinha.

Fonte: G1