Pres.Dilma investirá 2,7 bi na construção de 900 novas UPAs

Unidades de Pronto Atendimento "desafogam" hospitais, afirma Dilma.

A presidente Dilma Rousseff afirmou na manhã desta segunda-feira (16) durante seu programa de rádio "Café com a presidenta" que o governo federal irá investir R$ 2,7 bilhões até 2014 para a construção de 900 novas Unidades de Pronto Atendimento 24h, as UPAs.

Segundo Dilma, as 200 novas UPAs que já funcionam em todo o país atendem a mais de 2 milhões de pessoas por mês. "As UPAs 24h estão melhorando muito o serviço de emergência na saúde pública do Brasil. Quase 140 milhões de brasileiros e brasileiras dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde, o SUS. E isso significa que o nosso grande desafio é garantir que esse atendimento seja de qualidade para todos".


Dilma investirá R$ 2,7 bilhões na construção de 900 novas UPAs

Dilma disse que o atendimento nos hospitais melhorou onde as UPAs já operam. A presidente citou como exemplo o Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro. De acordo com a presidente, cerca de 850 pessoas procuravam o serviço de emergência do Miguel Couto todos os dias antes da construção das UPAs na região. Depois, o hospital passou a receber 350 pacientes diariamente.

"A UPA desafoga a emergência dos hospitais, que é para onde todo mundo vai quando tem um problema de saúde", afirmou. Dilma também salientou que a maioria dos casos recebidos em uma UPA é resolvida no próprio local. "De cada 100 pessoas que procuram atendimento nas UPAs, apenas três precisam ser transferidas para um hospital. As outras 97 resolvem o seu problema lá mesmo".

Para que o contribuinte consiga, se preciso, dar continuidade a um tratamento médico iniciado em uma UPA, a presidente anunciou ainda que prevê um investimento de R$ 3,5 bilhões na construção e no equipamento de quase 4 mil novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), além da reforma e ampliação de outras 21 mil em todo o país.

"Um país só se desenvolve de verdade se a vida das pessoas melhora. É isso que estamos fazendo quando investimos na saúde. Dar qualidade ao atendimento de saúde é cuidar bem das pessoas, é investir no bem-estar de todos os brasileiros e brasileiras", concluiu a presidente.

Fonte: G1