Dilma nega pedido para que ministro Haddad deixe ministério

Haddad perguntou se poderia se afastar em dezembro

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse na sexta-feira que foi "um pouco surpreendido" com a forma como a presidente Dilma Rousseff negou liberá-lo do cargo ainda em dezembro. Escolhido por Lula para disputar a prefeitura de São Paulo, Haddad é pressionado por membros do PT para que se dedique exclusivamente à disputa. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Em conversa com a presidente na quarta-feira, Haddad perguntou se poderia se afastar em dezembro. Segundo o ministro, Dilma respondeu: "Você tem algum trabalho de Papai Noel?". "Eu ri, fiquei um pouco surpreendido", disse. Ontem à noite, em São Paulo, ele se reuniu com aliados e com o vereador Antonio Carlos Rodrigues, do PR. Segundo petistas, o PR tem disposição de aderir à candidatura de Haddad.

Fonte: Terra, www.terra.com.br