Dilma nega que programa na TV seja apoio a candidatura

Dilma nega que programa na TV seja apoio a candidatura

Na propaganda Lula apresentou Dilma como uma peça-chave das conquistas do seu governo

A pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira (14) que o PT não cometeu nenhuma afronta à Justiça Eleitoral ao veicular um programa partidário que era contestado na Justiça, na mesma noite que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) julgava abusivo outro programa transmitido em dezembro desde ano. - Nós veiculamos o programa simultaneamente, e eu queria destacar que o programa não é de apoio à minha candidatura. É um programa claro do Partido dos Trabalhadores, que defende as nossas posições e mostra as nossas realizações. No programa, transmitido na noite de ontem em cadeia de rádio e televisão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou Dilma como uma peça-chave das conquistas do seu governo, revidando às criticas sobre a falta de experiência da pré-candidata, e comparou a sua ex-ministra ao líder sul-africano Nelson Mandela. Dilma voltou a dizer que acatará a decisão do TSE, que na noite de ontem multou o PT em R$ 20 mil e ela em R$ 5 mil por propaganda eleitoral antecipada, mas disse que a situação de pré-candidatura deixa o partido em uma situação ambígua, já que não é claro o que “pode e o que não pode” ser feito. Com o cabelo mais curto, Dilma participou no inicio da noite desta sexta-feira do Encontro Nacional de Negros e Negras do PT, em Brasília.

Fonte: r7