Dilma ofereceu o apoio do governo ao Rio, diz senador

Ministro da Integração Nacional visita áreas atingidas nesta quarta

O senador eleito Lindberg Farias (PT-RJ) disse nesta quarta-feira (12), após se reunir com o ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, que o governo federal se colocou à disposição para auxiliar o estado do Rio de Janeiro, que sofre com inundações e desabamentos provocados pelas chuvas. Segundo Lindberg, a presidente Dilma Rousseff telefonou para o governador do Rio, Sérgio Cabral, para se informar da situação no estado e oferecer apoio. No microblog Twitter, Cabral confirmou que conversou com Dilma por telefone.

Lindberg contou que recebeu um email do governador do Rio dizendo que o estado vai receber ajuda dos Ministérios da Saúde, Integração Nacional, Transportes, Desenvolvimento Social, Defesa, Meio Ambiente e Transportes. Ele afirmou ainda que o governo federal estuda a liberação de recursos emergenciais.

Ainda nesta quarta, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, vai sobrevoar as regiões atingidas pelas enchentes no estado, inclusive a cidade de Teresópolis, onde foram registrados 48 mortos. Na quinta-feira (13), Bezerra visitará os municípios de São Paulo afetados pelas chuvas. A informação foi confirmada pela assessoria do ministério. As chuvas no Rio de Janeiro já provocaram a morte de 57 pessoas, entre elas três bombeiros que foram soterrados.

Em nota oficial, o governador Sérgio Cabral solicitou ao almirante Júlio Moura, comandante da Marinha, aeronaves para o deslocamento de tropas e equipamentos do Corpo de Bombeiros para o socorro às vítimas na Região Serrana do Rio.

O vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, já está na Região Serrana acompanhando o trabalho de resgate a vítimas. Pelo Twitter, o governo do estado informou que helicópteros estão sendo mobilizados para o transporte das equipes da Defesa Civil estadual e de equipamentos para reforçar os trabalhos de resgate na Região Serrana.

Fonte: g1, www.g1.com.br