Dilma passará últimos dias no governo viajando

Os últimos 15 dias da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, no governo serão dedicados a uma série de viagens pelas cinco regiões do País

Os últimos 15 dias da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, no governo serão dedicados a uma série de viagens pelas cinco regiões do País para vistoriar obras e participar de eventos públicos. A previsão é que ela deixe o cargo para se lançar candidata à Presidência no próximo dia 1º de abril.

O giro da ministra pode começar na próxima quarta-feira em cidades do Triângulo Mineiro, para visitar obras da BR-153 e assinar convênios com prefeituras da região. Ela estuda ainda uma visita a Campo Grande, Mato Grosso do Sul, no dia seguinte, para participar da Expogrande, uma feira agropecuária.

Responsável pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), Dilma deverá acompanhar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em canteiros de obras em Porto Nacional, Tocantins, dia 22 (Ferrovia Norte-Sul), Itabuna, Bahia, dia 26 (Gasoduto Sudeste-Nordeste), Ilhéus, também no dia 26, (Ferrovia Leste Oeste), Salgueiro, Pernambuco, 30 (Transnordestina), e Contagem, Minas Gerais, 31 (obras de saneamento e habitação). Há ainda a possibilidade de a ministra integrar a comitiva de Lula para Porto Alegre, no dia 30.

Ainda no dia 26, a ministra Dilma participará em Brasília do lançamento do PAC 2, que prevê obras de melhorias nas capitais e periferias do País. O lançamento do programa será o grande evento público de Dilma na capital.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br