Dilma:‘Queriam eliminar o combate à corrupção feito no meu governo'

O impeachment, segundo ela, foi realizado com desvio de poder.

A presidente Dilma Rousseff, durante entrevista com internautas, adiantou que vai  utilizar o diálogo de Romero Jucá com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado na sua defesa. De acordo com Dilma, o processo de impeachment, que segue no Senado,  foi realizado com desvio de poder.

"Na defesa, que será apresentada no Senado, no dia 1º de junho, nós trataremos desta questão. Desde o início, temos alegado que este processo de impeachment foi realizado com desvio de poder, ou seja, buscando-se finalidades totalmente estranhas à lei. Agora, com estas gravações, isto fica ainda mais claro. Se pretendeu o impeachment para impedir que as investigações da operação Lava Jato prosseguissem normalmente", afirmou.

Segundo a presidente: "Queriam, com um novo governo, eliminar o combate à corrupção que foi feito durante todo o meu governo. A gravação da conversa mantida pelo Senador Romero Jucá com o ex-senador Sérgio Machado deixa isto muito claro. Por esta razão, vamos usar sim na nossa defesa. Tornou-se agora indiscutível a ilegalidade deste processo e o caráter abusivo de uma acusação de crimes que não ocorreram para afastar do cargo quem foi eleito por 54 milhões de votos.”

Dilma Rousseff e
Dilma Rousseff e Romero Jucá








Fonte: Com informações do Brasilpost