Dilma Rousseff diz que não mexe em 13º e horas extras 'nem que a vaca tussa'

Candidata do PT se reuniu com empresários em Campinas, interior paulista. Presidente disse que governo não vai mexer em direitos dos trabalhadores.

Candidata à reeleição, a presidente Dilma Rousseff (PT) disse nesta quarta-feira (17) que o governo não irá mexer em 13º salário, férias e horas extras "nem que a vaca tussa".


A presidente havia sido questionada por jornalistas sobre mudanças na legislação trabalhista após uma reunião na Acic (Associação Comercial e Industrial) de Campinas, no interior de São Paulo.

"Eu não mudo direitos na legislação trabalhista", respondeu a petista, acrescentando que eventual alteração na lei só aconteceria para acompanhar mudanças nas relações de trabalho, mas que direitos do trabalhador não sofreriam impacto.

"Agora, lei de férias, 13º, fundo de garantia, hora extra, isso eu não mudo nem que a vaca tussa, me desculpe a expressão", afirmou.

Pouco antes, a uma plateia formada por cerca de 60 comerciantes, a maioria do setor de varejo, incluindo os setores têxtil e calçadista, Dilma fez diversos elogios à importância da participação dos microempresários na economia e destacou a sanção da lei, no mês passado, que "universaliza" o acesso ao Simples Nacional a partir de 2015.

O programa unifica o pagamento de oito tributos cobrados pela União, estados e municípios das micro e pequenas empresas, e um projeto piloto deverá ser implantado em novembro no Distrito Federal.

Após o evento, Dilma percorreu a rua Treze de Maio, a principal via comercial da cidade, acompanhada por militantes do PT empunhando faixas e bandeiras do partido.

Na praça Rui Barbosa, a petista fez um breve discurso para um público estimado de cerca de mil pessoas, segundo o Corpo de Bombeiros, e de lá iria seguir de volta para Brasília.

Clique e curta o Portal Meio Norte no facebook

Fonte: G1