Dilma Rousseff faz primeira troca de comando ministerial em seu segundo governo

Dilma Rousseff faz primeira troca de comando ministerial em seu segundo governo

O novo ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira

A presidente Dilma Rousseff decidiu nesta terça-feira (3) fazer a primeira troca ministerial do seu segundo mandato. O ministro Marcelo Neri, da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), deixará o cargo. Em seu lugar, assumirá Mangabeira Unger, ex-ministro da pasta.

A informação foi divulgada na noite desta terça pelo ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Thomas Traumann. Ele não deu mais detalhes sobre a troca de comando na pasta.

A presidente Dilma Rousseff convidou o professor Mangabeira Unger para assumir a Secretaria de Assuntos Estratégicos em substituição ao ministro Marcelo Neri. A presidenta agradeceu a competência, dedicação e a lealdade do ministro Neri", diz nota oficial divulgada por Traumann. A posse acontecerá na quinta (5), às 10h.

O novo ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Roberto Mangabeira

Mangabeira Unger foi o primeiro ministro da SAE. Ele assumiu a secretaria em 2007, quando ela ainda se chamava Secretaria de Planejamento de Longo Prazo, e permaneceu no cargo até 2009.

Desde 1971, Unger é professor da Universidade Harvard, nos EUA. Ele interrompeu seu período na academia para assumir o cargo e retornou assim que saiu do governo. Unger é filiado ao PMDB.

Dilma conversou com Neri na tarde desta segunda-feira (2). A reunião não foi registrada na agenda oficial da presidente e nem na do ministro. Neri estava na SAE desde 2013 e foi confirmado na pasta durante a reforma ministerial que a petista fez no fim de 2014 para compor seu segundo governo.

A SAE é responsável por assessorar diretamente o presidente da República no planejamento nacional e na formulação de políticas públicas de longo prazo voltadas ao desenvolvimento nacional. A secretaria é responsável pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).



Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

Fonte: Folha