Dilma Rousseff quer estabilidade no preço do etanol

Ministro Rossi disse que preço muda de acordo com variação do preço da gasolina.

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, disse nesta sexta-feira (10), em Sertãozinho (SP), que a presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), pediu-lhe que a estabilidade nos preços do etanol seja mantida durante o ano todo.

Rossi irá permanecer no cargo na mudança do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a petista.

"Uma das preocupações que a presidente Dilma me colocou na primeira conversa, quando ela me convidou para continuar, foi conseguir que o setor sucroalcooleiro tenha condições de manter preços estáveis durante o ano todo", disse o ministro, que participou de um evento do setor sucroenergético na cidade do interior paulista.

Rossi lembrou que, quando o preço do etanol atinge 70% do da gasolina, o consumidor que tem veículos "flex" migra para o combustível de petróleo e afeta a cadeia do álcool. "Isso afeta também a adição do anidro à gasolina, cuja demanda cresce com o aumento do consumo", disse.

"Vamos discutir isso com o setor produtivo, buscar equilíbrio e uma estabilidade de preços que garanta remuneração ao produtor e à indústria e que o consumidor não seja penalizado", completou o ministro.

Ele avaliou ainda que a falta de oferta na entressafra de cana-de-açúcar no Centro-Sul, entre dezembro e março de 2011, deve ser suprida pelo estoque das destilarias, que este ano obtiveram financiamento do governo.

"Apoiamos fortemente a formulação de estoques estratégicos e a desova dos estoques vai garantir a demanda. Se houver variações (de preços), serão pequenas, naturais, e não afetarão o bolso do consumidor."

Fonte: g1, www.g1.com.br