Dilma se encontra com o rei da Espanha no Palácio do Planalto

Dilma se encontra com o rei da Espanha no Palácio do Planalto

Após encontro fechado, rei Juan Carlos I e Dilma almoçam no Itamaraty

O rei Juan Carlos I, da Espanha, chegou ao Palácio do Planalto por volta de 11h40 desta segunda-feira (4) para uma reunião fechada com a presidente Dilma Rousseff. Após o encontro, do qual participam outras autoridades, eles almoçam no Palácio do Itamaraty.

Esta é a primeira viagem do rei depois de passar por cirurgia. Em abril, Juan Carlos, de 74 anos, sofreu uma fratura no quadril durante uma caçada na África. Por conta da cirurgia, ele não subiu a rampa do Palácio do Planalto como tradicionalmente ocorre nas cerimônias de recepção de chefes de Estado.

Participam da reunião com a Dilma e o rei os ministros Antonio Patriota (Relações Exteriores) e Fernando Pimentel (Desenvolvimento); o assessor especial para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia; e o embaixador do Brasil na Espanha, Paulo Cesar de Oliveira Campos.

Segundo a assessoria do Ministério das Relações Exteriores, serão examinadas oportunidades de intensificar o relacionamento econômico entre os dois países. A Espanha é o segundo maior investidor estrangeiro no Brasil. Em 2011, o comércio bilateral cresceu 20% em relação ao ano anterior e alcançou US$ 7,97 bilhões (R$ 16,26 bilhões), de acordo com o governo.

Também virão a Brasília empresários espanhóis que assinarão acordos comerciais com executivos brasileiros.

O rei ainda pretende discutir os preparativos para a 22ª Cúpula Ibero-Americana, a ser realizada em novembro na cidade espanhola de Cádiz, segundo informou a embaixada da Espanha no Brasil.

Uma comissão de grandes empresários espanhóis acompanhará Juan Carlos, como os presidentes das empresas Iberia, Telefonica, Repsol, Acciona, Santander e Imbra. O grupo vai se reunir pela manhã com empresários brasileiros na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, e há previsão de assinatura de ao menos dois acordos comerciais, segundo a assessoria da CNI.

Migração

Embora não esteja previsto na pauta oficial da visita, um possível assunto a ser tratado por Juan Carlos e Dilma serão as regras para entrada de turistas em ambos os países.

Está marcada também para esta segunda-feira uma reunião, em Madrid, entre representantes do Ministério das Relações Exteriores da Espanha e a diretora do Departamento Consular de Brasileiros no Exterior, Luiza Lopes da Silva. Os governos brasileiro e espanhol vão discutir detalhes de como flexibilizar a entrada de turistas em um país e em outro, informou a assessoria do Itamaraty.

Desde 2 de abril, o Brasil começou a adotar regras mais duras para turistas espanhóis que querem entrar no país, colocando em prática o princípio da reciprocidade. Além do passaporte, os espanhóis têm agora de apresentar passagem de ida e volta; reserva do hotel; carta-convite em caso de hospedagem em residência e comprovação de que o turista tem recursos para se manter no país. Caso a viagem seja a trabalho, terão que ser apresentados comprovantes das atividades profissionais.

Segundo o Itamaraty, somente no ano passado, 1.419 brasileiros foram barrados, número que representa 0,39% do total de 360.006 brasileiros que viajaram à Espanha. Até abril deste ano, foram 299 rejeições.

Fonte: G1