Dilma só receberá PR após partido revogar independência

A ministra Ideli Salvatti fez um apelo para que o partido volte à base aliada do governo.

A presidente Dilma Rousseff só receberá o PR quando a "independência" for oficialmente revogada, informa a coluna "Painel", do jornal Folha de S. Paulo. Até lá, a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) se encarrega do partido.



Na sexta-feira (19), em um encontro fora da agenda oficial, Ideli se reuniu com o líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (PR), e o vice-líder do governo na Câmara, Luciano Castro (PR-RR), para discutir a relação do governo com o PR.

Segundo os dois parlamentares, a ministra fez um apelo para que o partido volte à base aliada do governo. Segundo Portela, o pedido "não pode ser respondido rapidamente" porque precisa passar pelas "bases do partido".

A posição de independência e o anúncio de que o PR estava deixando a base do governo foram feitos na semana passada pelo presidente da sigla e senador Alfredo Nascimento (AM). Ele deixou o ministério dos Transportes na esteira de denúncias de irregularidades na pasta e no Dnit (departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes), até então comandados pelo PR.

Fonte: Folha.com