Dilma ultrapassa os 67% e registra mais de 1 milhão de votos no Piauí

Se dependesse dos votos dos piauienses, a eleição para presidente da República seria definida em primeiro turno.

Se dependesse dos votos dos piauienses, a eleição para presidente da República seria definida em primeiro turno. A votação da candidata do PT à Presidência, Dilma Roussef, foi de 1.081.877 votos (67,02%) no Estado. Em segundo lugar ficou José Serra (PSDB), com 338.480 votos (20,97%), seguido de Marina Silva (PV), que registrou 184.739 votos (11,44%).

Para o cientista político Cléber de Deus, a votação de Marina no Estado foi uma ?surpresa?. ?A votação da Dilma já era esperada, pois o Lula sempre conquistou altos índices no Estado desde 1989?, explicou o cientista, ressaltando que a petista herdou parte do capital de votos do presidente. Para o cargo de presidente foram contabilizados 2.01% de votos brancos (36.226 ), 8.52% de nulos (153824 votos) e uma abstenção de 9.82% (445.907 votos) entre os eleitores piauienses.

A votação dos presidenciáveis das pequenas siglas no Estado seguiu a tendência reduzida de votos dos candidatos a governador. Plínio, do PSOL, teve 0,33% (5.383 votos), seguido de Zé Maria, do PSTU, que conseguiu a porcentagem de 0,88% (1.223 votos), Eymael (PSDB) com 0, 88% (1.222 votos). Ivan Pinheiro (PCB) somou 0,04% (705 votos) e Levy Fidélix (PRTB) teve 0,04% (605 votos). Já Rui Costa Pimenta (PCO) foi o último colocado 0, 01% (133 votos).

No último pleito presidencial, em 2006, Lula obteve 77,31% das intenções de voto contra 22,69% do seu adversário, o tucano Geraldo Alckmin, no Estado. Já em 2002, Lula conquistou a vitória com 60,73% dos votos dos piuienses e José Serra (PSDB) ficou com 39,27%. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte