Dilma vai sobrevoar área atingida por cheias no RS nesta sexta-feira

Dilma vai sobrevoar área atingida por cheias no RS nesta sexta-feira

Presidente vai participar de reunião na prefeitura de Uruguaiana. À noite, ela acompanha posse da presidência da Fiergs, em Porto Alegre.

A presidente Dilma Rousseff virá ao Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (18) acompanhar os trabalhos de auxílio aos municípios atingidos por enchentes no estado entre o final de junho e início de julho, informou o Palácio do Planalto.

Segundo a agenda oficial da presidente, Dilma embarca às 12h, em Brasília, com destino à Santa Maria, na Região Central do estado. O desembarque na Base Aérea de Santa Maria está previsto para as 14h20. De lá, a presidente parte para Uruguaiana.

Na cidade da Fronteira Oeste, Dilma fará um sobrevoo nas áreas atingidas por enchentes, marcado para as 15h. A região foi a mais afetada pela cheia do Rio Uruguai, que chegou a quase 20 metros acima do nível normal em alguns pontos. Às 15h40, a presidente participa de uma reunião de coordenação na Prefeitura de Uruguaiana.

No final da tarde, a presidente embarca para Porto Alegre, onde, às 20h, participará da cerimônia de posse da presidência da Federação e do Centro das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs/Ciergs). A solenidade, para 2 mil convidados, está marcada para as 20h, no Teatro do Sesi.

Cheias deixaram mais de 20 mil pessoas fora de casa

As chuvas que atingiram o estado no início do mês chegaram a deixar mais de 20 mil pessoas desabrigadas. Atualmente, 4.438 seguem fora de suas casas ? 3.806 em casas de parentes ou amigos e 632 em abrigos municipais, segundo a Defesa Civil.

O governo do Estado decretou situação de emergência para 136 municípios atingidos, para conseguir liberação de verba junto ao governo federal. Nesta quinta (17), outras 16 cidades foram adicionadas à lista, chegando a 152 o número de municípios que esperam por auxílio.

Na quarta-feira (14), depois de reunião do governador Tarso Genro com os ministérios de Integração Nacional e Planejamento, foi anunciada a liberação de um total de R$ 54 milhões de recursos federais para auxílio aos municípios atingidos.

O repasse de R$ 14 milhões às prefeituras será realizado a partir da próxima semana, destinado ao restabelecimento de serviços essenciais, fornecimento de combustível e aluguel social para desabrigados. Outros R$ 40 milhões para a recuperação de estradas dependem da entrega de um levantamento ao governo federal.

Até o momento, R$ 17 milhões já foram disponibilizados para ações de socorro e ajuda humanitária. O governo do Estado destinou R$ 9 milhões para ações da Defesa Civil e recursos da Saúde, enquanto o Ministério de Integração Nacional viabilizou outros R$ 8 milhões em recursos materiais para socorro e assistência.

Fonte: G1