Dilma Rousseff vê inflação sob controle e rejeita arrocho salarial

Dilma Rousseff vê inflação sob controle e rejeita arrocho salarial

O governo tem sofrido críticas pela condução da economia e pela ameaça da inflação, pressionada sobretudo pelos preços dos alimentos.

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira que a inflação está sob controle e o governo não vai tomar medidas de arrocho salarial, como as adotadas em governos anteriores, nem suspender os programas sociais.

"Nós não vamos deixar esse País, novamente, cair nas tradicionais políticas de arrocho salarial, porque não é necessário. Não é necessário que o povo brasileiro passe por isso", disse Dilma durante entrega de residências do programa Minha Casa, Minha Vida em Camaçari, na Bahia.

Dilma voltou a criticar a fórmula de governos anteriores, que diante de crises alegavam a "necessidade de medidas impopulares", como redução de emprego e salários. A declaração contrasta com as de seu adversário na disputa eleitoral, o pré-candidato do PSDB, senador Aécio Neves (MG), que já admitiu estar preparado para medidas impopulares para recuperar a economia.

O governo tem sofrido críticas pela condução da economia e pela ameaça da inflação, pressionada sobretudo pelos preços dos alimentos. O mais recente Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado pelo IBGE, registrou alta no acumulado em 12 meses de 6,15%, mais próximo do teto da meta de 6,5% estabelecido pelo Banco Central.

"A inflação média no Brasil, nos meus três anos de governo, se comparada com outros governos, é a mais baixa... comparando com os outros governos nos primeiros três anos", disse a presidente.

Dilma aproveitou ainda para dizer que "muitas vezes se pinta a realidade com cores negras para se aproveitar das circunstâncias" e garantiu que o país tem recursos e o governo não vai interromper nenhum programa social "porque alguém queira".

Fonte: Terra