Dilma veta comemoração dos 100 dias de seu governo

Segundo a Folha, o pedido para esquecer a data seria resultado da convicção

A presidente Dilma Rousseff vetou que seus ministros preparassem comemorações para chegada dos 100 dias de seu governo, segundo informa reportagem deste sábado da Folha de São Paulo. De acordo com a apuração do jornal, ministros teriam encomendado balanços do período às suas equipes, mas a presidente os teria desautorizado a fazer qualquer tipo de festa para a data.

Segundo a Folha, o pedido para esquecer a data seria resultado da convicção de que a taxas popularidade decaem nos primeiros três meses de mandato. Neste contexto, haveria a preocupação de que algumas medidas já tomadas pelo governo - como o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento e a definição do salário mínimo em R$ 545 - fossem taxadas de "ortodoxia fiscal". Para os 100 dias - que se completam em 10 de abril - haveria a possibilidade de adiantar o anúncio do Plano de Erradicação da Pobreza, um dos principais motes da campanha da petista.

Fonte: Terra, www.terra.com.br