Dilma Rousseff viaja a Inglaterra para a abertura das Olimpíadas

A presidente destacou que dos 259 atletas brasileiros que vão participar da Olimpíada, 111 recebem o Bolsa Atleta.

A presidente Dilma Rousseff embarca nesta terça-feira (24) para Londres, onde vai participar da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos na próxima sexta-feira. Em seu programa semanal de rádio "Café com a Presidenta", Dilma pediu aos atletas que tenham "muita determinação e muita coragem" e afirmou que eles podem contar com "a torcida e o carinho de todos os brasileiras e brasileiros".


Dilma viaja a Inglaterra amanhã para abertura das Olimpíadas

A presidente destacou que dos 259 atletas brasileiros que vão participar da Olimpíada, 111 recebem o Bolsa Atleta, o que representa 40% da delegação do país em Londres. "O Bolsa Atleta apoia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paraolimpíadas. Esse é um benefício importante, porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições", explicou.

De acordo com a presidente, o governo investirá mais de R$ 60 milhões no programa em 2012. Atualmente, mais de 4.000 atletas no país recebem o benefício.

Durante o programa, a presidente Dilma Rousseff também citou iniciativas do governo federal para incentivar o esporte, como o projeto que prevê a construção de quadras esportivas em escolas públicas no país. Atualmente, o investimento é de R$ 1 bilhão para cobertura de 2.800 quadras no país. Até 2014, o governo espera construir 6.000 quadras e fazer a cobertura de outras 4.000.

"É na quadra da escola, nas aulas de educação física, que a maioria das crianças tem o primeiro contato com o esporte. É uma oportunidade para muitos deles revelarem seus talentos, terem uma vida mais saudável e se apaixonarem pelo esporte. O estímulo à prática do esporte tem sido também muito importante para as crianças e os jovens das comunidades mais pobres", afirmou.

Dilma lembrou ainda os projetos do governo que investem em tecnologia voltada ao esporte. Em 2012, serão R$ 200 milhões para "preparar seleções" e "modernizar os centros de treinamento", conforme a presidente.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br