Dilma volta a criticar privatizações da gestão tucana

Candidata do PT voltou a criticar privatizações da gestão tucana.

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, pediu cautela com os últimos resultados das pesquisas eleitorais em encontro com prefeitos nesta sexta-feira (13). "Por mais que as pesquisas sorriam, descemos do salto alto, vamos para a rua", disse Dilma após encontro em Porto Alegre que reuniu prefeitos do PTB, PDT, PMDB, PSB e PP.

Pela primeira vez nesta eleição, Dilma superou o adversário José Serra (PSDB) em pesquisas de preferência eleitoral no Rio Grande do Sul. A pesquisa Ibope de 5 de agosto registrou um índice de 42% a favor de Dilma contra 40% do tucano.

Discursando para cerca de 500 pessoas, ela reforçou no encontro a importância de um arco de alianças amplo e criticou a capacidade de gestão financeira dos governos tucanos. A candidata fez diversas comparações com o governo Lula, identificado como "nós", e os governos tucanos de Fernando Henrique Cardoso, no âmbito federal, e José Serra, em São Paulo, que qualificou como "eles".

De FHC, criticou o aumento da dívida pública e ironizou ao dizer "eles é que são grandes gestores". "Que gestão financeira capaz é essa que vendeu R$ 100 bilhões do patrimônio público e elevou de 20 para 60% a dívida pública?", indagou a candidata.

De Serra, criticou os pedágios que, segundo ela, "escondem impostos por outorgarem as praças às operadoras que pagam mais". Ainda hoje, Dilma receberá também o apoio do PDT do Rio Grande do Sul.

Fonte: g1, www.g1.com.br