Dono de carro apreendido diz que tomou "calote" de Fernando Collor

Empresário diz que vendeu carro em 2013

Um dos carros apreendidos nesta semana pela Polícia Federal (PF) na casa do senador Fernando Collor (PTB-AL), em Brasília, pertencia ao empresário alagoano Luiz Gustavo Malta Araújo, de 37 anos. Ou melhor, ainda pertence.

De acordo com ele, o veículo foi vendido ao ex-presidente em 2013, mas até agora o valor não foi quitado. Dos R$ 550 mil combinados, faltam R$ 300 mil. s informações são do jornal O Globo.

"Estou levando um calote. Entrei nessa 'bonita' e nunca dei nem um aperto de mão nesse Collor. Nunca nem votei nele. Essa culpa eu não carrego", disseo empresário.


Fonte: Terra.com