Eduardo Campos assina carta de renúncia ao governo de Pernambuco

Campos deixa o governo com 58% de aprovação, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada em dezembro passado.

O governador Eduardo Campos (PSB) assinou nesta quinta-feira (3) a carta de renúncia ao governo de Pernambuco. Campos renuncia para se dedicar a campanha eleitoral para Presidência da República ao lado da ex-senadora Marina Silva.

O ato oficial de transmissão de cargo só ocorrerá amanhã (4), data limite para que governantes que queiram se candidatar nas eleições de outubro renunciem.

Com a saída de Campos, assume em seu lugar o vice, João Lyra Neto (PSB), no Palácio do Campo das Princesas, como é conhecida a sede do governo de Pernambuco.

O clima entre os dois esteve estremecido recentemente. Neto tinha intenção de se candidatar ao governo de Pernambuco, mas Campos preferiu indicar Paulo Câmara (PSB), que é secretário da Fazenda do Estado.

Campos deixa o governo com 58% de aprovação, segundo pesquisa CNI/Ibope divulgada em dezembro passado.

Fonte: UOL