Dilma e Joaquim Barbosa estão entre personalidades do ano

Dilma e Joaquim Barbosa estão entre personalidades do ano

O ano de 2012 foi bom para Dilma Rousseff e ruim para o Brasil, começa o El País

Uma relação das cem personalidades do ano divulgada neste domingo pelo jornal espanhol El País traz dois brasileiros apontados como líderes de destaque mundial em 2012: ?a poderosa presidente? Dilma Rousseff e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, relator do julgamento do mensalão.

?Sua trajetória marca um antes e depois na história da Justiça brasileira?, afirma o jornal. A reportagem diz que Barbosa ?não tremeu o pulso na hora de promover duras condenações contra os que foram íntimos colaboradores de seu mentor?, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O jornal ressalta a ?história de superação? do magistrado que ?tinha tudo para engrossar as estatísticas da desigualdade no Brasil? e chegou à presidência da mais alta Corte brasileira.

?O ano de 2012 foi bom para Dilma Rousseff e ruim para o Brasil?, começa o El País, ao traçar o perfil da ?poderosa presidente?. A publicação ressalta que Dilma aparece em todas as listas das mulheres mais ?poderosas, admiradas e célebres do mundo? ao lado da chanceler alemã Angela Merkel e da secretária de Estado americana Hillary Clinton (ambas não aparecem na lista). O diário faz um paralelo entre o bom momento da presidente e o ?crescimento econômico anêmico? do Brasil registrado em 2012, após ?o ?boom?? do ano passado. Destaca ?escândalos de corrupção a granel? e a revelação de que explorar o petróleo do pré-sal será mais cara e demorada do que o governo pensava.

As cem personalidades escolhidas pelo jornal são divididas em categorias. O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, encabeça a relação dos 13 líderes mundiais, que traz ainda Hugo Chávez, presidente da Venezuela, e o juiz espanhol Baltazar Garzón. Pesquisadores, políticos, estrelas, criadores, cidadãos e esportistas são apontados pelo jornal. Além de Dilma e Barbosa, a modelo brasileira Gisele Bündchen também é citada.

Fonte: Terra