APPM: Prefeitos escolhem hoje novo presidente

APPM: Prefeitos escolhem hoje novo presidente

A legislação da APPM assegura que o consenso ainda pode acontecer nas últimas instâncias do processo eleitoral.

Perto de 200 prefeitos do Piauí devem comparecer hoje à sede da Associação Piauiense de Municípios (APPM) para eleger a nova diretoria da entidade para o biênio 2013/2014. A eleição será realizada em urna eletrônica cedida pelo Tribunal Regional Eleitoral. A eleição começa às 9 horas e se estende até as 17 horas.

Os candidatos Arinaldo Leal, prefeito reeleito do município de Vila Nova do Piauí, e Luiz Neto, prefeito de Amarante, disputam a eleição. Ambos estão otimistas, enquanto Neto diz contar com o apoio de 100 prefeitos, Arinaldo garante que tem a adesão de mais 160 gestores.

?Montamos uma chapa representativa com colegas de todas as microrregiões do Estado e acreditamos que venceremos a eleição?, disse Arinaldo. O candidato Luiz Neto disse que, se eleito, vai trabalhar para uma APPM mais forte.

Apesar da disputa, o presidente da Comissão Eleitoral, Marcos Patrício Nogueira, esclarece que a legislação da APPM assegura que o consenso ainda pode acontecer nas últimas instâncias do processo eleitoral.

?O Estatuto prevê que, se na hora da eleição houver o consenso, suspende-se o processo eleitoral e a eleição ocorre por aclamação. Para garantir a votação, os prefeitos têm que estar regularmente associados à casa?, explica.

Segundo ainda Nogueira, a comissão eleitoral entendeu que uma das chapas está regularmente constituída (a chapa APPM pra Valer), mas para garantir o registro, a outra chapa recorreu a uma ação judicial que está sendo respeitada.

O candidato Arinaldo aproveitou as últimas horas de campanha para telefonar e pedir aos colegas para virem votar.

O candidato Luiz Neto disse que fará campanha até o último dia. ?Espero que os prefeitos tomem a decisão certa e votem certo?, afirmou o candidato.

O atual presidente da APPM, Francisco Macedo, lamenta a falta de consenso na eleição, mas acredita na capacidade dos dois candidatos para dirigir a entidade municipalista.

Fonte: Raimundo Gomes