Eleições de 2014 já têm 10,5% de candidatos a mais do que em 2010

Eleições de 2014 já têm 10,5% de candidatos a mais do que em 2010

Além disso, até a véspera das eleições os candidatos podem renunciar ou serem substituídos.

Até agora 24.907 candidatos se registraram no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para disputar as eleições de 2014, número 10,5% maior do que em 2010, quando foram registradas 22.538 candidaturas.

Segundo o TSE, o número representa quase a totalidade das candidaturas, mas ainda não é o definitivo. Há candidaturas sub judice que ainda não foram registradas. Além disso, até a véspera das eleições os candidatos podem renunciar ou serem substituídos.

Ao todo foram registradas 11 candidaturas a presidente, 11 a vice-presidente, 171 a governador, 173 a vice-governador, 181 a senador, 181 a primeiro suplente de senador, 185 a segundo suplente de senador, 6.751 a deputado federal, 16.240 a deputado estadual e 1.003 a deputado distrital.

O número de candidatos a vice-governador acaba sendo maior do que para governador porque há candidaturas que foram substituídas pelos partidos, mas que permanecem contabilizadas pelo TSE. A mesma regra vale para candidaturas de suplentes de senador, que superam às de senador.

Em 2010, cada coligação pôde indicar dois candidatos ao Senado, já que naquele pleito dois senadores foram eleitos por cada unidade da federação. Neste ano, as coligações só puderam indicar um candidato ao Senado porque apenas um senador será eleito por unidade.

Há quatro anos, foram nove candidatos à Presidência e 169 a governador. O número de candidatos a deputado estadual subiu 13% --em 2010 foram 14.382 --e a deputado federal aumentou 12% --há quatro anos foram 6.015 candidatos.

Estados

São Paulo e Alagoas, com nove cada um, e Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, com oito cada, são os Estados com mais pedidos de registro de candidatos a governador. Para o cargo de senador o Pará lidera (11), seguido de Amapá e São Paulo, os dois com dez pedidos de registro cada.

São Paulo e Rio de Janeiro detêm mais pedidos de candidatos a deputado federal, 1.354 e 1.068, respectivamente. São Paulo (1.987) e Rio de Janeiro (1.977) têm também mais pedidos de registro a deputado estadual. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro são os Estados com mais vagas na Câmara dos Deputados, respectivamente 70, 53 e 46.

Acre, Roraima e Ceará, com quatro cada um, têm menos pedidos de registro de candidatos a governador. Igualam-se, com quatro candidatos ao Senado cada, o Acre e o Ceará.

Tocantins (55) e Acre (63) têm menos pedidos para deputado federal. Já Sergipe (174) e Piauí (245) foram os estados que receberam os menores números de registro para deputado estadual.

Fonte: UOL