Eleições no Piauí terão várias novidades

Do encontro, que termina hoje e está sendo realizado no Hotel San Marco, tomam parte também o presidente do TRE do Piauí

Ao abrir a reunião de presidentes de Tribunais RegioaiEleiorais, ontem (18) em Brasilia, o ministro Carlos Ayres Brito, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, revelou a preocupação da Justiça em garantir através de novos instrumentos a transparência absoluta no financiamento das campanhas. ?Queremos saber de onde veio a doação, como entrou e para quem se destinou até o donatário final?, disse, acrescentando que a Justiça Eleitoral, com parceria com os partidos, ampliou os meios de doação, incluindo a internet como ferramenta de arrecadação de recursos.

Do encontro, que termina hoje e está sendo realizado no Hotel San Marco, tomam parte também o presidente do TRE do Piauí, desembargador Raimundo Eufrásio, e o Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral, desembargador Haroldo Oliveira Rehem, acompanhados da Diretora Geral do TRE, Silvani Maia Resende Santana. Paralelamente, está ocorrendo ?I Seminário de Comunicaão Social da Justiça Eleitoral?, tratando, ambos os eventos, de temas relacionados às eleições de 3 outubro de 2010.

O miistroirs Brito informou ainda sobre outras novidades das próximas eleições, com ênfase para o voto do preso provisório e dos adolescentes em regime de internação sob medidas sócio-educativas e a digitalização das certidões negativas dos candidatos para disponibilização na internet, para que o eleitor, caso deseje, possa conhecer melhor em quem irão votar.

O ministro Ricardo Lewandowski, presidente eleito do Tribunal Superior Eleitoral , com posse prevista para o dia 22 de abril, esteve presente ao evento e se dirigiu aos presentes afirmando sua confiança no sucesso do trabalho da Justiça Eleitoral na realização das próximas eleições, a partir do trabalho de todos os tribunais. ?Tenho certeza de que faremos uma eleição que será exemplo para o mundo?, disse ele. Informou ainda que visitará todos os Regionais do País para se interar sobre os problemas de cada um.

Fonte: Ascom