Eleições: "Nunca disse que seria candidata", lembra Rejane Dias

Eleições: "Nunca disse que seria candidata", lembra Rejane Dias

Além de Rejane, Wellington Dias é outro nome cotado para encabeçar uma chapa petista na disputa

"Nunca coloquei meu nome nem disse que seria candidata". A frase é da deputada estadual Rejane Dias (PT) e coloca um ponto final em torno das discussões sobre uma possível candidatura da petista à Prefeitura de Teresina no pleito do ano que vem.

Seu nome teria sido rejeitado por petistas que criticaram o fato de ela ser esposa do senador Wellington Dias (PT). "Quem conhece o PT sabe como funciona, tem as tendências e é um partido que temos que escutar a militância. Decisões como essa precisam ser discutidas", afirmou.

Além de Rejane, Wellington Dias é outro nome cotado para encabeçar uma chapa petista na disputa pela PMT. O partido só deve decidir formalmente sobre o assunto no encontro do diretório municipal que será realizado neste sábado.

De acordo com a parlamentar, sua preocupação é focar no mandato na Assembleia Legislativa do Piauí e na defesa de temas com o combate às drogas e inclusão social de pessoas com deficiência.

"Estamos articulando ativamente a Frente Parlamentar contras as drogas e participamos da inauguração do Ceir Móvel. É algo cobramos muito e aconteceu.

Agora podemos levar tratamento gratuito para a população que mora em outros municípios do Piauí, para que não precisem se deslocar para Teresina para ter acesso a esses equipamentos públicos", pontuou. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte