Homem coleciona comprovantes de votação há 72 anos

Homem coleciona comprovantes de votação há 72 anos

Péricles Oliveira e Silva vota desde 1940

Um aposentado de 99 anos, morador do Bairro Bela Vista, em Fortaleza, coleciona comprovantes de votação há 72 anos. Lúcido e bem-humorado, Péricles Oliveira e Silva, conta que tem 50 deles, desde que começaram a ser entregues aos eleitores. ?É um dever do cidadão sair para votar. Gosto de votar e já estou na expectativa de sair para votar no próximo domingo?, disse Silva, que fará 100 anos em 1º de abril de 2013.

Por gostar tanto de exercer o direito de cidadão, passou a colecionar os comprovantes para registrar que participou de todas as eleições. ?Nas décadas de 1940, 1950 e 1960, não davam comprovantes para o eleitor não. Era só o cidadão chegar lá e votar. Assinava um papel e pronto. Nos últimos anos foi que o negócio ficou organizado. Tenho mais de 50 comprovantes?, explica.

Avanço na organização

Ele conta também que houve mudanças significativas na organização das eleições no Brasil. Antigamente, conforme ele, em algumas eleições, havia o risco de o eleitor votar várias vezes no mesmo candidato. "Não tinha a estrutura que é hoje. Seu voto vai somente para um candidato", afirmou.

Silva aconselha os mais jovens a jamais vender o voto, pois, é um instrumento para mudar a cidade em que se vive. ?É um direito seu e exige bastante responsabilidade. Nunca vendi meu voto e enquanto estiver vivo vou cumprir o meu dever de cidadão?, afirma.

Exemplo

Sempre acompanhado pelos netos e filhas, em dia de eleição, o aposentado tem um ritual. Quem conta é a filha Sheila Holanda.?Ele não falta um ano de eleição. Anota todos os números dos candidatos organizadamente. Todos os anos a rotina é a mesma. Meu pai acorda 5 horas da manhã, faz a barba, coloca a melhor roupa e às 6 horas já está pronto. E na hora de votar é rápido, menos de 20 segundos?, recorda Sheila, que, em todas as eleições, vai Bairro Couto Fernandes, onde moram, ao Centro.

Eleição marcante

Boa memória é uma das qualidades de Péricles Oliveira. Ele lembra com detalhes de quase todas as eleições de que participou. Segundo ele, os bastidores das eleições para prefeito de Fortaleza, na década de 1960 vale a pena ser lembrado. ?Foi uma momento tumultuado. Uma década que viríamos conhecer a ditadura. Uma momento difícil de esquecer?, relata.

Fonte: G1