Eletrobrás anuncia investimentos de R$1 bilhão para o Piauí

Eletrobrás anuncia investimentos de R$1 bilhão para o Piauí

A meta do programa é a de fazer mais de 149,6 mil ligações no meio rural piauiense

A Eletrobrás anunciou ontem que irá investir R$1 bilhão na melhoria e ampliação do setor energético no Piauí. O anúncio foi feito pelo presidente da Eletrobrás, José Antônio Muniz e pelo presidente da Cepisa, Flávio Decat, ao governador Wellington Dias durante solenidade de assinatura das últimas contratações do Programa Luz para Todos.

Dos R$1 bilhão previstos para serem aplicados no Estado, R$700 milhões deverão ser destinados nas últimas 87.005 novas ligações que faltam para o cumprimento da meta do Luz para Todos no Piauí. ?O restante dos recursos será aplicado no reforço do sistema energético. É um valor que nunca foi aplicado em um único setor?, explica José Antônio Muniz, garantindo que não faltarão recursos financeiros para a conclusão dos trabalhos.

A meta do programa é a de fazer mais de 149,6 mil ligações no meio rural piauiense. Desde 2004, quando o programa foi iniciado no Estado, mais de R$254 milhões já foram investidos para a levar energia a mais de 62 mil piauienses, dos 224 municípios. A meta é ambiciosa, porém, os responsáveis pelo programa garantem que ela será cumprida até o final de dezembro deste ano.

Já o presidente da Cepisa, Flávio Decat acrescentou que a principal dificuldade do programa era a contratação das empresas responsáveis pela execução das ligações. ?Agora, com a garantia dos recursos teremos a certeza que conseguiremos ligar todas as famílias em mais de 40 mil Km de linha energética?, pontua, ressaltando que o fornecimento deve ser de qualidade.

O governador Wellington Dias garantiu que ate o final de 2010, o Piauí terá eletricidade em todas as comunidades rurais. ?O Piauí estava entre os piores do país em número de famílias sem energia elétrica. Era cerca de 80% da população rural sem energia. Até o final do ano, universalizaremos esse fornecimento. E isso é um marco histórico para o Estado?, analisa, acrescentando que as cobranças devem ser constantes porque, de acordo com a lei, o prazo final para finalizar o programa é dezembro de 2010. ?Não haverá descontinuidade do programa e a legislação eleitoral não comprometerá o andamento das obras?, garante Dias. (M.M)

Trabalhadores serão qualificados para atuar no Luz para Todos

Para conseguir cumprir a meta de conclusão das últimas 87 mil ligações as empresas responsáveis pela execução das obras terão que correr contra o tempo. Alem disso, a equipe terá que ser ampliada para atender a demanda. E foi pensando nisso que surgiu a proposta de qualificar trabalhadores piauienses para atuar no Programa Luz para Todos. Nessa última etapa, 17 empresas foram contratadas para executar as obras. Por conta disso, a demanda de mão de obra é crescente o que dará oportunidades de geração de emprego e renda.

Para atender a essa demanda, foi firmada uma parceria entre o Governo do Estado, através da Sasc, Cepisa e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e as empresas contratadas para que cursos de qualificação e montadores de redes de distribuição fossem realizados para atender as metas. Ao todo serão treinados 750 profissionais dos municípios de Piripiri, Teresina, Floriano e Bom Jesus.

O governador fez questão de enfatizar que, depois de capacitados, todos os jovens terão garantias de trabalho pelas empresas contratadas para executar o Programa. ?Isso sem falar na geração de mais de 3 mil empregos diretos e 12 mil indiretos?, acrescenta.(M.M)

Muniz: Trabalhadores estão fazendo o caminho de volta

De acordo com o presidente da Eletrobrás, o Programa Luz para Todos está proporcionando uma melhoria da qualidade de vida para milhares de pessoas, não só no Piauí, mas em todo país.

Muniz afirmou que o projeto está possibilitando um ciclo inédito no país, onde as pessoas que saíram dos seus Estados de origem em busca de melhores condições de vida, já podem retornar. ?As pessoas já estão fazendo o caminho de volta devido ao Programa Luz para Todos?, analisa. (M.M)

Fornecimento de energia no litoral para o carnaval será garantido

Os problemas com o fornecimento de energia elétrica no litoral do Estado no final de ano também foi pauta dos debates. O presidente da Cepisa, Flávio Decat, fez um apelo para que as pessoas não deixassem de freqüentar o litoral por conta disso e garantiu que o problema será solucionado.

A idéia é ampliar a subestação da Cepisa localizada em Piripiri, onde será criado uma segunda linha de transmissão até Parnaíba. A previsão é de que a licitação para as obras da segunda linha de transmissão seja realizada em junho, onde deverão ser investidos recursos da ordem de R$200 milhões. Enquanto isso, a Cepisa garantiu que 700 homens estarão de plantão para garantir que qualquer problema que, por ventura venha a acontecer, seja solucionado em tempo hábil para não causar transtornos aos turistas. (M.M)

Fonte: Mayara Martins