Eliseu Padilha é indiciado por formação de quadrilha no RS

Eliseu Padilha é indiciado por formação de quadrilha no RS

Padilha foi ouvido em uma das 16 investigações originadas da Solidária

O ex-ministro dos Transportes e ex-deputado federal Eliseu Padilha (PMDB) foi indiciado na terça-feira pela Polícia Federal no Rio Grande do Sul por crime em licitações e formação de quadrilha. Ele é investigado na Operação Solidária, que apura desde 2007 fraudes em obras de infraestrutura no estado.

Padilha foi ouvido em uma das 16 investigações originadas da Solidária, a que verifica irregularidades nas licitações de barragens. Além do ex-deputado, suspeito de articular o direcionamento das concorrências, outras cinco pessoas já foram indiciadas nesse caso. As informações são do jornal Zero Hora.

Padilha, que perdeu o foro privilegiado ao não se reeleger para a Câmara, depôs por cerca de duas horas ao delegado Aldronei Rodrigues, da Delegacia Fazendária. Diálogos interceptados indicam que ele teria um acordo com as autoridades responsáveis por elaborar os editais para garantir a vitória dos empresários Marco Antônio Camino e Edgar Cândia, já indiciados pela PF.

Padilha diz que é amigo de Camino, mas que sua empresa MAC Engenharia não participou da licitação. A PF alega que a MAC deixou de concorrer depois que a operação se tornou pública, mas que a tentativa de controlar os editais já teria sido flagrada.

Fonte: Jornal do Brasil