Elmano Férrer e Regina Sousa iniciam atuação na tribuna do Senado em Brasília

Novos senadores piauienses estrearam ontem na tribuna do Congresso. Elmano defendeu as regras previdenciárias e trabalhistas e Regina cobrou o combate contra o preconceito

Duas apostas da política local no Senado teceram na noite de ontem suas primeiras declarações na tribuna da Casa. Os senadores Elmano Férrer (PTB) e Regina Sousa (PT) abriram os trabalhos destacando os primeiros objetivos a serem perseguidos nesta legislatura.

Férrer defendeu a discussão em torno das Medidas Provisórias que modificam as regras previdenciárias e trabalhistas, alertando para a necessidade de que os direitos sejam mantidos. O parlamentar ainda debateu sobre a atenção às necessidades mínimas da população piauiense.

“Eu creio que são com questões desta natureza, que dizem respeito à vida das pessoas, das pessoas mais simples, é que temos que nos envolver”, disse.

Em sua primeira experiência no posto, o senador relembrou as suas visitas ao interior do Piauí e, por fim, foi convidado a presidir a sexta sessão deliberativa do ano no Senado.

Já Regina Sousa fez uma retrospectiva da sua trajetória política, sendo aparteada por vários parlamentares da Casa, principalmente as representantes femininas no cargo, que parabenizaram a piauiense e citaram a honra de ter mais uma mulher no Plenário. A senadora do PT cobrou o combate contra o preconceito, seja de raça, gênero ou orientação sexual.

“Quero contribuir com a pátria educadora, que seja uma pátria educadora que eduque contra o racismo, contra a homofobia, que ensine a respeitar o direito dos indígenas, a defender a ampliação da participação das mulheres nos espaços de poder, que eduque para a sustentabilidade do planeta”, impôs.

A parlamentar reiterou que não é especialista em nenhum dos assuntos citados, mas indicou para a força da sua experiência na política e das vivências pessoais.

 

Fonte: Fracy Teixeira