Em mensagem, Wilson destaca avanços na educação

Wilson Martins apresentou números positivos na educação pública obtidos pelo Governo nos últimos anos

Em solenidade realizada, nessa quarta-feira (2), na Assembleia Legislativa, o governador Wilson Martins apresentou números positivos na educação pública obtidos pelo Governo nos últimos anos. Destacou como exemplo o número de alunos matriculados na rede pública que cresceu quase 40%, desde 2002. Citou também o aumento sistemático no índice de aprovação dos alunos oriundos da rede pública de ensino.

Este ano, 44% dos aprovados no Psiu da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e 64,1% dos aprovados na Universidade Estadual do Piauí (Uespi) são alunos de escolas públicas. Desde o ano passado, mais da metade dos aprovados em vestibulares são estudantes da rede pública de ensino.

Outro tema presente foi o ensino profissionalizante. Segundo o governador, esse tipo de ensino terá uma atenção especial e destacou o aumento de 128% chegando a mais de 15 mil matrículas. Afirmou ainda que é possível melhorar, mas, para isso, o uso da tecnologia é fundamental. ?Vamos revolucionar o ensino com tecnologia para baratear os custos que estamos gastando com ensino médio e profissionalizando e dar a oportunidade para a ocupação do jovem, em estudar pela manhã e na parte da tarde estudar um ensino profissionalizante?, explicou.



Para Wilson Martins, o Governo precisa ampliar cada vez mais o ensino no Estado, e que para isso a Uespi será fortalecida. ?É preciso a instalação do Piauí Estado Digital, que garante a internet banda larga para todo o Estado. Além disso, vamos fortalecer a Uespi com mais investimentos, melhorando a rede física, o suporte tecnológico, a produção de pesquisa e a qualificação de professores. Queremos uma Uespi forte para que possa contribuir de maneira mais intensa no processo de transformação de nosso Estado?, declarou.

Piauí ultrapassa todas as metas projetadas pelo Ideb

A qualidade da educação pública da rede estadual de ensino pode ser mostrada também com índices de qualidade. Nos últimos 5 anos, a Educação Básica tem apresentado números positivos medidos pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), do Ministério da Educação (MEC). Nas duas primeiras séries que correspondem a 4ª e 5ª séries do ensino fundamental, o Piauí saiu de um Ideb de 2.6 em 2005 para 3.8 em 2009. Índice parecido de crescimento também foi constatado nas séries seguintes, de 8ª e 9º ano, nas quais o índice saltou de 2.6 em 2005 para 3.4 em 2009.

Ainda de acordo com o Ministério da Educação, as metas do Ideb projetadas para o Estado foram todas atingidas e ultrapassadas: a meta de 3.5 que estava projetada para o Piauí atingir até 2013, já foi conseguida em 2009. Já para as duas primeiras séries, a meta de 3.9 está projetada para 2015 e o Estado já atingiu 3.8 em 2009. O ensino médio alcançou índice também positivo.

O Estado saiu de um Ideb de 2.5, em 2005, para 2.7, em 2009. A melhoria na qualidade da educação do Piauí tem reconhecimento de destaque também entre os estados brasileiros. De acordo com o Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) medido em 2009, os alunos piauienses atingiram a média de 374 pontos, considerando avaliação nas disciplinas de matemática, leitura e ciências. O resultado tirou o Piauí da posição de lanterninha, deixando para trás estados como o Maranhão, Alagoas, Amazonas e Rio Grande do Norte. A prova do Pisa, é realizada a cada 3 anos, coordenada pela Organizaçao para o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Cerca de 20 mil alunos em todo o Brasil fizeram a avaliação.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br