Em reduto do PSB, Dilma defende continuidade de programas sociais

Pela primeira vez na capital paraibana desde o rompimento do PSB com o governo petista

Três dias após visitar obras da transposição do rio São Francisco em São José de Piranhas (PB), a presidente Dilma Rousseff voltou à Paraíba nesta sexta-feira (16) para cumprir um compromisso em João Pessoa.

Com 2% dos eleitores do país (dados de 2010), o Estado é comandado pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), aliado de Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco e pré-candidato ao Planalto.

A presidente ainda visitará nesta sexta as cidades de Teresina e Parnaíba, no Piauí. O Estado também é reduto do PSB e até abril era governado pelo pessebista Wilson Martins, que transmitiu o cargo ao vice José Filho (PMDB) para disputar o Senado.

Pela primeira vez na capital paraibana desde o rompimento do PSB com o governo petista, em setembro de 2013, Dilma participou de formatura de 1.700 alunos do Pronatec (Programa Nacional de Ensino Técnico).

Presente ao evento, o governador Coutinho foi vaiado por militantes petistas que se posicionaram perto do palco, gritando o nome da presidente.

CONTINUIDADE

Em discurso, a presidente defendeu a continuidade dos principais programas sociais do governo e destacou as vitrines da gestão: Mais Médicos, Minha Casa, Minha Vida e Pronatec.

"Vocês são um exemplo para o Brasil. Um exemplo de esforço e determinação. Vocês [formandos] são uma das primeiras turmas, porque o Pronatec não vai parar, vai continuar", afirmou.

Dilma citou a formação técnica e profissional como símbolo do desenvolvimento do país. "O símbolo do Brasil desenvolvido não vai ser o telefone celular, o iPad, o cartão de crédito e nem a carteira de trabalho. Vai ser o diploma técnico de qualificação profissional", disse.

Em clima descontraído, citou os nomes de 26 cidades dos formandos. Ao final do discurso, desceu do palco e posou para fotos com estudantes.

Fonte: Folha