Em reunião, PDT unifica discurso para segurar Lupi no ministério

Em reunião, PDT unifica discurso para segurar Lupi no ministério

Apesar da manifestação, o partido ainda não divulgou nenhuma nota formalizando a posição.

O PDT reuniu sua executiva nacional, as bancadas na Câmara e no Senado e os presidentes diretórios regionais para unificar o discurso de sustentação à permanência do ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Ao final da reunião, o presidente em exercício da legenda, deputado André Figueiredo (CE), afirmou que o ministro conta com apoio maciço do PDT.

?De maneira uniforme ratificamos o apoio ao ministro Carlos Lupi?, disse Figueiredo em entrevista ao lado dos líderes na Câmara, Giovani Queiroz (PA), e no Senado, Acir Gurgacz (RO).

Segundo os participantes da reunião, apenas o deputado Reguffe (DF) e o senador Pedro Taques (MT) defenderam que Lupi deixe o cargo e o partido saia do governo Dilma Rousseff. Todos os outros participantes da reunião, 18 deputados, três senadores e presidentes de 26 diretórios regionais deram respaldo à permanência do ministro, que é também presidente licenciado da legenda.

Apesar da manifestação, o partido ainda não divulgou nenhuma nota formalizando a posição. Figueiredo afirmou que poderá ser feita uma manifestação oficial nos mesmos termos de sua manifestação, de que o partido apoia a permanência de Lupi e o governo da presidente Dilma.

Fonte: Estadão, www.estadao.com.br