Em último comício, Wilson diz que manterá lealdade com aliados

O encontro, que reuniu mais de 3 mil pessoas, foi acompanhado pelos candidatos a deputados estaduais e federais das siglas

No último comício de campanha realizado ontem na Praça Pedro II, no Centro de Teresina, o governador e candidato à reeleição, Wilson Martins (PSB), destacou a confiança na vitória em primeiro turno e afirmou que manterá a ?lealdade? com os partidos aliados da coligação ?Para o Piauí seguir mudando?. O encontro, que reuniu mais de 3 mil pessoas, foi acompanhado pelos candidatos a deputados estaduais e federais das siglas governistas.

?Iremos manter o compromisso de lealdade com os partidos políticos e externo esse compromisso com cada cidadão do Piauí?, pontuou Wilson, ressaltando a importância em eleger também os candidatos à Câmara Federal e a senadores, Antônio José Medeiros e Wellington Dias, do PT, fortalecendo assim a base de apoio da candidata petista à Presidência, Dilma Roussef, em um eventual Governo. ?Não fizemos tudo que gostaríamos, mas estamos fazendo a verdadeira transformação?, completou.

Wilson pediu que os eleitores ficassem ?vigilantes? até o dia 3 de outubro, denunciando qualquer abuso à Justiça Eleitoral. ?Voto de governador não se compra, vem do sentimento?, afirmou. O governador disse ainda que ?amadureceu muito? durante a campanha e não vai ?entrar no desespero?. ?Vamos ser o primeiro colocado nessas eleições, nosso trabalho e todas as pesquisas dizem isso?, frisou.

?Não adianta ficar com baixaria e xingamento, é preciso ter projeto?. A frase é do candidato a senador pelo PT, o ex-governador Wellington Dias (PT) e faz referência aos adversários na disputa pelo comando do Palácio de Karnak. Segundo ele, o eleitor ?já derrotou esse tipo de candidato em 2002 e 2006? . ?Colocam informação que não é verdadeira, dados que não são verdadeiros e apelam para xingamentos?, argumentou. Segundo Dias, ?o eleitor não segue mais as lideranças cegamente?.

Wellington afirmou que nesses últimos dias de campanha, Wilson pode chegar à 46% de intenções de voto, vencendo no primeiro turno, assim como Dilma. Ele também faz projeções otimistas para a bancada aliada na Assembléia Legislativa, Câmara Federal e Senado. ?Nossa intenção é que o Antônio José ultrapasse a barreira dos 30%. Temos todas as chances de fazer as duas vagas, é factível?, justificou. Para a Alepi, Dias estima que sejam eleitos 20 deputados governistas e na Câmara, seis parlamentares.

O comício também contou com a presença do senador do PC do B, Inácio Arruda, que destacou uma necessidade de ?mudança? no quadro de senadores piauienses em Brasília. ?O Senado ficou centro-conservador e está atrasado. Com o Wellington e o Antônio José vamos dar novo fôlego no Senado?, disse. (S.B.)

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte