Emenda de ministro do Turismo libera verba a empresa fantasma

O Ministério do Turismo assinou, em 8 de dezembro, convênio com a prefeitura

Reportagem publicada na edição deste sábado do jornal Folha de S.Paulo aponta que uma emenda ao Orçamento da União feita pelo ministro do Turismo, Pedro Novais, liberou R$ 1 milhão da pasta a uma empreiteira fantasma. Segundo a reportagem, a emenda ao Orçamento da União foi feita por Novais no ano passado, quando exercia o mandato de deputado federal. A emenda destinou recursos do ministério à construção de uma ponte em Barra do Corda, no interior do Maranhão - cidade sem nenhuma vocação turística, segundo o jornal.

O Ministério do Turismo assinou, em 8 de dezembro, convênio com a prefeitura de Barra do Corda e já empenhou todo o valor da emenda. Neste ano, a prefeitura fez a licitação, vencida pela Planmetas Construções e Serviços. A sede da empresa fica em um conjunto habitacional de baixa renda na periferia de São Luís. No local, uma senhora identificada como Delí atendeu e disse que um dos donos da empresa, Roberto Beckenbauer Segadilha Correa, é seu neto, mas não mora mais ali. A mulher não soube dizer onde fica a sede da companhia. No local onde será feita a ponte, há uma placa da Planmetas na qual consta como engenheiro responsável José Fernando Trindade Junior. Procurado, o engenheiro disse que não trabalha nem nunca ouviu falar na empresa. O ministro Pedro Novais alegou que direcionou recursos de emenda para Barra do Corda quando era deputado por avaliar que o turismo pode ajudar a cidade a garantir mais qualidade de vida à população local.

Fonte: Terra, www.terra.com.br