"Estão implantando clima de ódio no país", diz Lula em ato no Ceará

O ex-presidente participou de ato contra o impeachment.

Na manhã deste sábado (02/04), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, participou do ato contra o impeachment em Fortaleza (CE) e uma multidão esteve presente para apoiar o petista. Em seu discurso, Lula deixou claro que se tudo der certo, assumirá a Casa Civil na próxima quinta-feira.

“Se tudo der certo, e se a Suprema Corte aprovar, na quinta-feira eu estarei assumindo o ministério para ajudar a presidente Dilma. Nada de andar de mãos dadas com ela. Vamos criar condições para melhorar a cidadania”, declarou ele.

Durante sua fala, o ex-presidente ainda falou sobre Michel Temer e disse que ele deve aprender sobre eleições.

“Eu perdi muitas eleições e aprendi, agora quero que ele aprenda sobre as eleições. O Temer é professor de direito e sabe que o que está acontecendo é um golpe, como ele também sabe que amanhã vão cobrar dele e da família porque a forma mais vergonhosa de chegar ao poder é tentar derrubar um mandato legal”, afirmou.

Lula em ato em Fortaleza (Crédito: Reprodução)
Lula em ato em Fortaleza (Crédito: Reprodução)


Em outro momento, Lula afirmou ainda que o que estão pregando no país é um ‘discurso de ódio’ nunca antes visto na polícia e que defender o impeachment da presidente é agir como um golpista.

“Completei 70 anos, vivo fazendo política nesse país e nunca tinha visto esse clima de ódio que foi estabelecido no Brasil. Tem que ter respeito com o voto popular que elegeu a Dilma”, disse.

Fonte: Com informações do G1