Estudantes protestam dando as costas para parlamentares no PI

Estudantes fazem protesto silencioso durante discurso da vereadora

A sessão legislativa desta quinta-feira,20, em que foi aprovado o projeto de lei da meia passagem para os estudantes que utilizam o transporte coletivo da cidade de Picos, foi marcada por protestos silenciosos. Durante o discurso da vereadora Fátima Sá (REDE), criadora do projeto, estudantes da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) fizeram um protesto silencioso, dando às costas a parlamentar.

O embate entre os estudantes e a vereadora Fátima Sá veio aumentando durante as cinco sessões de análise e votação do projeto. A Lei 2.725/2016 estabelecia inicialmente que as organizações estudantis da região se filiassem à União Municipal dos Estudantes Secundaristas (UMES) e à UNEES, para terem o direito de expedirem as carteiras aos estudantes de Picos. No entanto, a proposta não foi bem aceita pelos estudantes que defendiam autonomia no processo.

Estudantes fazem protesto em Picos
Estudantes fazem protesto em Picos

Ao final da sessão, o projeto foi aprovado com várias alterações que vão de acordo ao posicionamento dos estudantes e vereadores. A partir de agora a expedição das carteirinhas poderá ser feita por qualquer associação estudantil que tenha CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) e obedeça aos demais critérios como possuir estatuto, ata da eleição e modelo de identidade definido; e todas as instituições que atenderem aos pré-requisitos básicos poderão emitir a carteirinha, mesmo sem a autorização do Chefe do Poder Executivo.

O texto com as respectivas emendas serão encaminhados para a sanção do prefeito, Padre Almir Lima (PT).


Fonte: Riachão Net