Ex- boxeador Acelino Popó (PRB) deve ser deputado

A ida para Brasília era aguardada e os planos de ação, segundo o novo deputado, já estão traçados.

O ex-boxeador e suplente de deputado federal Acelino Popó Freitas (PRB-BA) não estava na lista dos ministeriáveis, mas aguardava o anúncio dos ministros de Dilma Rousseff para definir seu futuro político. Com a indicação nesta segunda-feira (20) do deputado federal Mário Negromonte (PP-BA) para o Ministério das Cidades, Popó herda uma vaga em Brasília.



Popó é o primeiro suplente a deputado federal da coligação formada pelos partidos PRB / PP / PDT / PT / PHS / PSB / PC do B. O ex-pugilista utilizou nas urnas o número 1.000 e obteve 60.216 votos.

A ida para Brasília era aguardada e os planos de ação, segundo o novo deputado, já estão traçados. ?Nos próximos anos teremos Copa do Mundo e Olimpíadas. Esse é o momento do esporte brasileiro em forma de inclusão social, de trabalho. Esporte para atrair novos talentos?, afirmou ao G1. ?O Romário também está aí para a gente fazer uma comissão de esporte boa na Câmara?, disse.

Para ele, a Câmara dos Deputados não será uma novidade capaz de assustar. Popó disse que já visitou gabinetes de alguns deputados com quem fez amizades, principalmente por projetos na área do esporte. ?A luta para mim, mesmo ganhando por nocaute, só acaba quando o juiz levanta minha mão. Mas já comecei a formar minha equipe. Já estava atendendo demandas na Bahia, principalmente vendo projetos?, afirmou o ex-boxeador.

?Eu era primeiro suplente da coligação. Então assumiria seja pelo Mário ou por outro [deputado eleito que não assumisse]. Já estava esperando?, completou.

Expectativa

A reportagem conversou com Popó também na sexta-feira (17), antes do anúncio da nova lista de ministros. O ex-pugilista contou que, na tarde de quinta-feira (16), ele e Negromonte foram diplomados ao lado de outros políticos em solenidade no Centro de Convenções da Bahia, no bairro Jardim Armação, em Salvador.

Segundo ele, durante o evento, todos já se dirigiram a Negromonte como futuro ministro. ?Teve a diplomação aqui e todo mundo chamou ele de ministro?, disse. ?Ele ontem (quinta) tinha conversado um pouco comigo sobre a ida dele. Mas para mim estou tranqüilo, estou igual lutador esperando o adversário vir para contragolpear?, disse.

Na expectativa de assumir o mandato, Popó avalia ter feito uma boa campanha, mas que se pudesse voltar atrás teria tentado se lançar mais cedo em busca de votos. ?Eu só fiz 50 dias de campanha, foram mais de 60 mil votos. Fomos conquistando mais de 1 mil votos por dia. Se tivesse feito uma campanha de 4 meses ou 5 meses, as coisas estariam diferentes?, disse.

Fonte: g1, www.g1.com.br