Ex-parceiro de Lobão critica versão 'Dilma Bandida' cantada em show

O músico tem apresentado o hit de 1987 com ataque à Dilma

Image title

O poeta e compositor Bernardo Vilhena criticou a versão do ex-parceiro Lobão à música "Vida Bandida".

Em alguns shows de sua turnê mais recente, "Lobão sem filtro", o músico tem apresentado o hit de 1987 entoando "Dilma bandida" no refrão.Vilhena, que escreveu a música em parceria com Lobão, chamou a versão de "canhestra, machista e covarde", feita, segundo ele, "com a intenção de humilhar a presidente da república".

"Sempre evitei e jamais dei autorização para o uso de minhas canções em campanhas políticas. Cito o exemplo da música 'Revanche', escrita em 1986 em plena luta pelas diretas, quando neguei autorização ao PT para utilizá-la na campanha presidencial, a despeito de minha posição política.

Esta mesma canção que, numa demonstração de sua ignorância, Lobão se nega a cantar em seus shows sob a alegação de ser datada. Passados 30 anos, ele ainda não entendeu a letra", comentou o poeta em sua página no Facebook.Vilhena conta que a parceria acabou em 1988, com o lançamento do disco "Cuidado!", e afirmou que não tem o poder de proibir Lobão de cantar a versão.

"Diante deste quadro, só me resta assistir a decadência patética e desprovida de qualquer elegância deste meu ex parceiro que foi buscar abrigo para sua flagrante fraqueza no ninho da serpente."Durante o show em São Paulo, no último dia 11, Lobão não apenas cantou "Dilma Bandida", como também engrossou o coro da plateia que xingava a presidente. "Vá tomar no cu, sua porra, com todo o respeito".


Fonte: UOL