Ex-senador é preso ao ser acusado de abuso sexual contra crianças

A mulher também foi presa por tentar abafar o caso.

Neste sábado (23), a mulher do ex-senador Nezinho Alencar e seu marido foram presos pela Polícia Federal durante a operação Confiar, em Tocantins. A mulher é acusada de tentar esconder o suposto caso de abuso sexual do político que é suspeito de estuprar duas crianças, uma de oito e de seis anos.

A mulher tentou subornar o pai das meninas, um vaqueiro, para não denunciar o caso. A gravação dada por parentes das meninas mostra o momento em que as crianças estão sentadas no colo do político, de 67 anos. Em um certo momento ele pega nas partes íntimas das meninas.

Os acusados chegaram na sede da Polícia Federal em dois veículos separados. Netinho vai ficar na Casa de Prisão Provisória e a mulher na cadeia feminina. O caso está sob sigilo para evitar que as imagens vazem na internet.

Político acusado de abusar de crianças (Crédito: Reprodução)
Político acusado de abusar de crianças (Crédito: Reprodução)


Político acusado de abusar de crianças (Crédito: Reprodução)
Político acusado de abusar de crianças (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1