Ex-diretor da Petrobras é transferido para sede da PF no PR

A nova prisão foi determinada pelo juiz Sério Fernando Moro, após o Ministério Público informar a existência de contas bancárias secretas na Suíça em nome de Paulo Roberto Costa.


O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa foi transferido nesta quinta-feira?para a Superintend?ncia da Pol?cia Federal (PF) em Curitiba. Costa foi solto no dia 19 de maio, mas retornou ? pris?o ontem?ap?s o Supremo Tribunal Federal (STF) validar as provas da Opera??o Lava Jato, da PF, e determinar que as a?es penais oriundas da investiga??o fossem devolvidas ? Justi?a Federal do?Paran?.

A nova pris?o foi determinada pelo juiz S?rio Fernando Moro, ap?s o Minist?rio P?blico informar a exist?ncia de contas banc?rias secretas na Su??a em nome de Paulo Roberto Costa. Segundo o ?rg?o, foram identificadas 12 contas em bancos su??os sob o controle de Costa, suas duas filhas, genros e de um funcion?rio do doleiro Alberto Youssef. De acordo com o Minist?rio P?blico su??o, US$ 23 milh?es pertencem ao ex-diretor.?

?O fato das contas terem sido descobertas pelas autoridades su??as ? e eventualmente bloqueadas ? n?o previne a fuga, pois n?o h? nenhuma garantia de que, mesmo tendo sido bloqueadas, assim permanecer?o, pois dependem da persist?ncia do sequestro e do futuro confisco e de uma s?rie de circunst?ncias ainda incertas, bem como de um usualmente longo procedimento de coopera??o jur?dica internacional. Al?m disso, as contas secretas na Su??a podem apenas revelar um padr?o de conduta, n?o se excluindo de antem?o a possibilidade da exist?ncia de outras contas em outros pa?ses, eventualmente de dif?cil acesso pelas autoridades brasileiras?, ressaltou o juiz.?????????????????????????????????????????????????????

Fonte: Blog Antonio Milton
Tópico