FAB divulga relatório sobre acidente que matou Eduardo Campos em SP

Eduardo Campos morreu em acidente de avião em 2014


Eduardo campos em campanha presidencial
Eduardo Campos em campanha presidencial

Uma falha humana, aliada às más condições climáticas, foi responsável pelo acidente que matou Eduardo Campos e outras seis pessoas que estavam com ele no avião que caiu em uma área residencial de Santos, no litoral paulista, em agosto do ano passado.

É o que consta no relatório divulgado pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão da Força Aérea Brasileira (FAB), nesta terça-feira (19), em coletiva de imprensa em Brasília. A conclusão foi elaborada por 18 especialistas, baseados na análise do conteúdo das caixas-pretas da aeronave e em vídeos obtidos durante a investigação. 

Os familiares das vítimas foram os primeiros a terem acesso ao documento, no início da tarde. Além de Campos, morreram no acidente o assessor de imprensa do então candidato à presidência, Carlos Percol; o assessor Pedro Valladares Neto; o cinegrafista Marcelo Lyra; o fotógrafo Alexandre Severo; o piloto Marcos Martins; e o copiloto Geraldo M. P. da Cunha.  

De acordo com o documento, gravações de voz do piloto Martins evidenciam que ele estava cansado no voo que levou ao acidente. "Pela primeira vez no Brasil foi usado um sistema para verificar a voz do piloto e foi percebido voz dele fadiga e sonolência", disse o chefe do Cenipa, Brigadeiro Dilton José Schuck, durante a apresentação do relatório. 

Cenipa afirma que, na semana anterior ao acidente, entre os dias 1º e 5 de agosto, tanto piloto quanto co-piloto feriram a Lei do Aeronauta ao não descansar por um período de 12 horas entre um voo e outro, o que pode ter ocorrido novamente na manhã do acidente. 

Além disso, documentos mostram que o co-piloto Geraldo M. P. da Cunha não tinha treinamento para pilotar o Cessna 560XL, procedimento obrigatório para isso. Martins ainda teria reclamado da postura profissional de Cunha semanas antes da tragédia.

Fonte: iG