Novo diz que Flora orientou filiados a descumprir decisão

Novo diz que Flora orientou filiados a descumprir decisão

Novo disse que a parlamentar orientou os filiados do município a descumprirem a decisão da instância superior .

O deputado estadual Fábio Novo divulgou nota neste sábado(07)para rebater ameaça da sua destituição da presidência do Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores feita pela deputada estadual Flora Izabel em virtude da intervenção no Diretório Municipal de José de Freitas.

Novo disse que a parlamentar orientou os filiados do município a descumprirem a decisão da instância superior e a intervenção visa apenas fazer prevalecer a decisão dos filiados em debate realizado dentro do PT.

"Após tomar conhecimento da medida adotada pela presidência do PT Estadual, a deputada estadual Flora Izabel se deslocou para o município de José de Freitas e, reunida com membros do PT Municipal, os orientou a descumprir a deliberação da instância superior.

No registro feito perante a Justiça Eleitoral, o PT de José de Freitas descumpriu a sua própria decisão, ratificada pela Executiva Estadual, de manter chapa "pura" para vereador.

A presidência do Diretório Estadual do PT reitera que apenas zelou para que se desse cumprimento às decisões debatidas e votadas democraticamente nas instâncias partidárias", disse Novo.

O Diretório Municipal do PT de José de Freitas decidiu que a sigla faria aliança com o PMDB, indicando a candidata a vice-prefeita na chapa majoritária. Deliberou, também, lançar chapa pura para a eleição proporcional.

O assunto foi discutido por duas vezes na Direção Estadual do PT, que, por maioria dos votos, ratificou a decisão do Diretório Municipal de José de Freitas de lançar a vice-prefeita na chapa encabeçada pelo PMDB, e chapa pura para vereador.

O presidente Fábio Novo diz que notificou o presidente do Diretório Municipal de José de Freitas para que cumprisse a deliberação da instância superior. O documento foi entregue no município na presença do membro da Executiva Estadual, Sofia Sirila Sousa.

Em relato perante a Executiva Estadual Sofia Sousa discorreu sobre a falta de disposição da instância municipal em cumprir a decisão tomada pelo próprio Diretório Municipal e ratificada pela Direção Estadual.

Em reunião a Executiva Estadual deliberou que o Presidente Estadual do Partido estaria autorizado a adotar as medidas necessárias para o cumprimento das decisões da instância superior.

Ao receber a informação de que a Executiva Municipal do PT de José de Freitas se negava a cumprir a decisão da instância superior, o Presidente Estadual do partido nomeou uma comissão, composta por três filiados, daquele município, para dar cumprimento à decisão.

Fonte: Ananias Ribeiro