Faixas contra Heráclito suspendem sessão

Themístocles Filho, decidiu suspender a sessão por falta de quórum

Uma manifestação silenciosa, porém bastante ?contundente?, provocou o cancelamento da sessão desta quarta-feira (10) na Assembléia Legislativa. Militantes do Partido dos Trabalhadores, com bandeiras vermelhas, ocuparam as galerias onde colocaram duas enormes faixas com frases ofensivas ao senador Heráclito Fortes, chamado ?coronel das oligarquias" e "senhor da casa grande?.

?Agora é lei. Todos os piauienses são livres de todos os coronéis e chefes das oligarquias? estampava a outra faixa branca com a frase escrita em letras pretas, contratando com dezenas de bandeiras menores do PT.

Os deputados se reuniram em plenário e a maioria entendeu o protesto como um precedente perigoso, inclusive contra o próprio Legislativo, que poderia ser alvo de manifestações semelhantes. Havia pelo menos 18 deputados em plenário e várias matérias importantes para serem votadas, mas um a um, eles foram deixando o recinto e o presidente da Assembléia, Themístocles Filho, decidiu suspender a sessão por falta de quórum.

Correligionários de Heráclito Fortes, como os deputados Marden Menezes, Roncalli Paulo, João Mádison e Mauro Tapety consideraram uma ofensa tanto aos deputados quanto ao senador, que segundo eles tem relevantes serviços prestados ao Piauí.

O deputado Fábio Novo (PT) estava com fazendários, recebendo agradecimentos pela aprovação de matéria de interesse da categoria e não chegou a tempo de ver as faixas. No entanto, ele considera que a Assembléia é a casa do povo e todos os cidadãos têm o direito se manifestar. ?Se a manifestação era pacífica, não havia porque suspender a sessão?, avaliou o parlamentar petista.

Fonte: Alepi, www.alepi.pi.gov.br