Fama no caso Bruno leva delegado e ex-advogado a disputa para vereador em BH

Fama no caso Bruno leva delegado e ex-advogado a disputa para vereador em BH

O delegado escolheu o slogan “Vote pela sua segurança” como foco a ser defendido na sua campanha

Duas figuras que roubaram as atenções em lados opostos durante as investigações do envolvimento do goleiro Bruno Fernandes na morte de Eliza Samudio, em 2010, voltam ao duelo.

Edson Moreira, chefe das investigações do crime, e Ércio Quaresma, ex-advogado do jogador, têm um novo encontro em outubro: ambos disputam uma vaga na Câmara dos Vereadores de Belo Horizonte.

Com o sugestivo número 19007, em referência ao famoso agente secreto James Bond, o delegado escolheu o slogan ?Vote pela sua segurança? como foco a ser defendido na sua campanha pelo PTN. Sobre a concorrência com o desafeto, com quem trocou farpas durante todo o inquérito, Moreira prefere a diplomacia .

? São 41 cadeiras em disputa. Ele segue o caminho dele e eu sigo o meu.

O policial civil pretende armar a Guarda Municipal da cidade e diz que quer criar um departamento de trânsito ligado diretamente à prefeitura. Outra preocupação do candidato, é instalar banheiros em praças da cidade.

? Serão sanitários de qualidade e com segurança na porta para nenhum retardado resolver destruir.

Tanto o policial civil quanto o advogado fazem parte da coligação que apoia a reeleição de Marcio Lacerda (PSB). No entanto, Ércio Quaresma, que sairá pelo PV, faz questão de afirmar que a coligação é apenas partidária. Questionado sobre a nova rivalidade entre eles, o advogado prefere a ironizar.

? Rogo muito a Deus pela minha eleição e pela dele também. Espero que nós dois sejamos eleitos.

O advogado diz que um de seus pilares de campanha será a luta pela recuperação de dependentes químicos no mercado de trabalho. Em novembro de 2010, quando ainda era defensor do ex-goleiro do Flamengo, o advogado teve um vídeo divulgado em que aparece fumando crack em uma favela de Belo Horizonte.

? Durante o tempo em que fiz tratamento encontrei filho de juiz, médico, político. O crack não escolhe classe social, por isso a urgência de se combater essa praga.

Fonte: r7