Feliciano está disposto a "ouvir" posição de líderes partidários

Feliciano está disposto a "ouvir" posição de líderes partidários

Mas ele reafirmou que não renunciará à Comissão de Direitos Humanos.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputado Marco Feliciano (PSC-SP) afirmou nesta quinta-feira (4) que participará da reunião com líderes partidários na próxima terça (9) com a disposição de "ouvir as ideias" dos colegas.

Alvo de protestos por declarações consideradas racistas e homofóbicas, o deputado está sendo pressionado a deixar o comando da comissão.

Indagado se dirá aos líderes que não deixará a o colegiado, Feliciano afirmou: ?Não, eu vou ouvi-los. De repente, alguém tem uma proposta mirabolante, uma ideia supimpa. Vou ouvir?, afirmou.

O deputado do PSC destacou, contudo, que renunciar ao posto seria ?um desrespeito? à sigla e disse que está ?tendo os direitos tolhidos?.

?É democrático essa intenção dos líderes de conversar. Se tornou um assunto nacional. Colocamos a Comissão de Direitos Humanos na pauta nacional e isso foi importante. O Brasil agora pensa um pouquinho mais sobre direitos humanos. Inclusive os meus direitos estão sendo tolhidos?, afirmou.

Ele ressaltou, porém, que também tem recebido manifestações de apoio ?todo o dia?. ?Essas manifestações de apoio ajudam, sempre ajudam. Não a ficar, porque com apoio ou sem apoio eu fico. Me dê uma chance de trabalhar e você vai ver que trabalho lindo que vai ser feito.?

Nesta quarta (3), a Comissão de Direitos Humanos aprovou requerimento de autoria de Feliciano para que as próximas reuniões do colegiado sejam fechadas a populares. O objetivo é evitar tumultos provocados por manifestações de opositores ao parlamentar do PSC.

O deputado argumentou que a medida é necessária e evocou artigo do regimento interno segundo o qual cabe ao presidente da comissão garantir ?a ordem? dos trabalhos do colegiado. Impedidos de entrar na sala onde ocorria a reunião da comissão, manifestantes gritaram palavras de ordem do lado de fora.

Fonte: G1