Fernando Haddad quer disputar reeleição e diz que não deixa PT

Haddad afirmou que essa vai ser uma eleição extremamente atípica.

O prefeito Fernando Haddad (PT) disse nesta quinta-feira (7), que deve ser candidato à reeleição em outubro pelo PT. Ele afirmou que não pretende deixar a sigla.

"É provável que sim", disse Haddad, ao ser questionado se será candidato. Perguntado se a candidatura será pelo PT, Haddad confirmou que sim. "O mandato que recebi é da militância petista. Ganhei com essa legenda, ganhe ou perca, vai ser com essa legenda", afirmou.

Diante da crise política que o país enfrenta, Haddad afirmou que essa vai ser uma eleição extremamente atípica. "Eu espero que encontre nesse cenário todo um ambiente de pelo menos discutir racionalmente os problemas da cidade. Não sei se isso vai ser possível e como vai se dar. E 2012, aconteceu isso. Em meio ao julgamento do mensalão, que coincidiu exatamente com o calendário eleitoral, foi possível discutir São Paulo".

Haddad afirmou que deve chegar ao final do mandato neste ano com as contas em dia, apesar da crise econômica. "Hoje, em meio a essa crise que estamos vivendo, estamos em dia com os nossos pagamentos e abrindo canteiro de obras. Vamos completar o nosso mandato com contas saneadas, dívida totalmente comportada, precatórios pagos, fornecedores pagos e todos os planos de carreira revistos".

Fernando Haddad (Crédito: Reprodução)
Fernando Haddad (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do G1