Fernando Haddad se reúne com Dilma e agradece empenho e amizade em campanha

Fernando Haddad se reúne com Dilma e agradece empenho e amizade em campanha

Haddad afirmou que pretende estabelecer "uma transição de alto nível" com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad, passou cerca de 40 minutos, na manhã desta segunda-feira, com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. Haddad disse que agradeceu o empenho, a amizade e o carinho da presidente na campanha eleitoral, mas aproveitou para estabelecer uma "rotina de trabalho" com o governo federal e tratou da renegociação da dívida da capital.

- Vim agradecer todo o seu empenho, a sua amizade e o seu carinho, mas já estabelecer com ela uma rotina de trabalho. Foi uma conversa de agradecimento, mas já endereçamos alguns assuntos importantes para a cidade. A presidente conhece o meu estilo de trabalho, trabalhamos juntos como ministros e depois fui seu ministro - disse.

Haddad afirmou que pretende estabelecer "uma transição de alto nível" com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que apoiou o tucano José Serra. Também pretende criar uma relação semelhante com o governo federal.

- Eu passei por dois ministérios, Planejamento e Educação. Conhecer como a máquina federal funciona poderá ser muito proveitoso. Teremos um grupo de trabalho, discutindo também as parcerias que foram anunciadas e gostaria de ver implantadas na cidade em torno dos eixos estruturais do meu programa de governo ? afirmou.

O prefeito eleito disse também ter conversado amenidades com a presidente, mas reconheceu que o tema da dívida foi discutido no encontro.

- Não entramos em temas específicos, tangenciamos esse assunto. Todos comungamos do mesmo objetivo de fazer uma parceria em torno de todos os temos de interesse de São Paulo. Esse assunto é presente nas nossas conversas,mas há também os investimentos federais que pretendo levar para São Paulo - afirmou.

Ele disse que todo apoio em uma eleição é importante, mas afirmou que Lula e Dilma foram fundamentais para a vitória do PT em São Paulo.

- Eles são figuras centrais no cenário nacional - disse, acrescentando o papel de Lula na sua administração:

- É um conselheiro de todos nós

Do Planalto, Haddad, acompanhado da mulher, Ana Estela, seguiu para o Ministério da Educação:

Tenho certeza de que uma parte do êxito em São Paulo tem muito a ver com o que os professores e professoras do Brasil conseguiram na minha gestão. Uma forma de homenageá-los é visitar meus amigos do MEC.

Haddad disse que vai descansar até a próxima semana e, então, passará a cuidar da transição. O grupo que cuidou do programa de governo, coordenado por Antônio Donato, vai fazer a transição. Antes de anunciar o secretariado, disse o prefeito eleito, será discutido o organograma da prefeitura de São Paulo.







Fonte: O Globo