FHC chora após lembrança de Serra a Ruth Cardoso

Ruth Cardoso morreu em junho de 2008 em sua casa, em São Paulo, às 20h40, vítima de uma arritmia cardíaca grave

Presente à solenidade de lançamento da pré-candidatura de José Serra à presidência da República, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso se emocionou e chorou quando o ex-governador de São Paulo relembrou o papel da ex-primeira-dama, Ruth Cardoso, em programas de assistência social.

Ruth Cardoso morreu em junho de 2008 em sua casa, em São Paulo, às 20h40, vítima de uma arritmia cardíaca grave, decorrente de uma doença coronariana. A morte da ex-primeira-dama culminou no cancelamento na época das comemorações pelos 20 anos de criação do PSDB.

Unidade

Em seu discurso no lançamento da candidatura de José Serra, FHC criticou o que classificou de "marketing" em obras do governo federal e, ao destacar a unidade dos partidos de oposição ao governo Lula, enfatizou que a aliança entre o ex-governador de São Paulo e o mineiro Aécio Neves, ex-governador de Minas, basta por si própria e é completa.

"Quem tem Serra e Aécio não precisa de mais nada, só de amigos. E amigos nós temos, amigos estão aqui presentes e vão nos levar à vitoria", disse FHC, presidente de honra do PSDB.

Citando os feitos de seu governo, embora não tenha citado a polêmica das privatizações, Fernando Henrique adotou o tom de crítica e condenou escândalos de corrupção na gestão petista, período em que, segundo ele, "pessoas irresponsáveis passavam a mão na cabeça de todo mundo". "O Brasil do Serra vai ser o Brasil da decência", disse FHC.

Fonte: Terra