Filho de político cria polêmica ao fazer festa para 130 mil pessoas

Filho de político cria polêmica ao fazer festa para 130 mil pessoas

Oposição aponta que o gasto teria sido de US$ 4,3 milhões. "Eles estão surpreendidos com minha popularidade", alega noivo

Partidos opositores da Malásia pediram para Comissão Anticorrupção averiguar de onde veio o dinheiro para cobrir todos os custos da festa de casamento do filho mais velho do governador do estado de Malaca, Mohd Ali Rustam, a qual teria contado com 130 mil convidados, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

A solicitação, tramitada ontem, parte do Partido da Justiça do Povo (PKR), do Partido Pan-islâmico da Malásia (PAS) e do Partido de Ação Democrática (DAP). "Provavelmente, eles estão surpreendidos com minha popularidade e querem exaltar a despesa do casamento com a intenção de obter benefícios políticos", disse Rustan em declarações ao jornal "The Star".

O político, membro do principal partido da coalizão que governa a Malásia, afirmou que a cerimônia foi simples e tradicional. Segundo Rustan, a festa, que foi realizada no último dia 30 de setembro, teve um custo (apenas com comida) de pouco mais de US$ 196 mil, enquanto a oposição aponta que o gasto teria sido de US$ 4,3 milhões.

O chefe do Governo de Malaca também alegou que a festa de casamento de seu filho, Ridhwan Ali, de 26 anos, deveria contar com "apenas" 96 mil pessoas, mas que acabou contando com mais pessoas do que as previstas.

"Eu mesmo não esperava tanta gente e acredito que os líderes da oposição sentiram inveja", declarou Rustan, que acrescentou que todas as despesas foram pagas de seu bolso.

Apesar do político falar sobre a festa com normalidade, o número de convidados realmente impressiona, tendo em vista que o badalado casamento do príncipe William e Kate Middleton contou com 1,9 mil convidados.

Fonte: G1